Agricultura

Supremo Tribunal Federal mantém demarcação de terras indígenas na Funai

0
STF barrou transferência da demarcação de terras indígenas da Funai para o Ministério da Agricultura (Foto: Divulgação)

O Supremo Tribunal Federal barrou a transferência da demarcação de terras indígenas da Fundação Nacional do Índio (Funai) para o Ministério da Agricultura. Em julgamento na tarde desta quinta-feira, 1º, os ministros resolveram suspender a Medida Provisória 886 de 2019, que determinava a alteração, pois defendem que é “ilegal a reedição de medidas provisórias com a mesma finalidade no mesmo ano”.

O Canal Rural tentou contato com o secretário especial de Assuntos Fundiários, Nabhan Garcia, mas não obteve retorno até a publicação desta matéria.

Entenda

No início do ano, o presidente Jair Bolsonaro publicou a reorganização dos órgãos do governo pela MP 870 de 2019 e determinou que a demarcação de terras indígenas ficaria a cargo do Ministério da Agricultura. Durante a tramitação no Congresso, os parlamentares rejeitaram esse trecho da proposta.

Na sequência, o Palácio do Planalto editou uma nova MP, a 886, para reinserir no texto legal essa parte que havia sido retirada. Essa foi alvo das quatro Ações Diretas de Inconstitucionalidade (ADIs), apresentadas pelos partidos políticos do PT, PDT e PSB.

Fonte: Canal Rural

Leite: fazenda modelo no Paraná produz diariamente 30 litros por vaca

Previous article

Exportação aquecida de suínos faz produtores de MS investirem na atividade

Next article

You may also like

More in Agricultura

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *