Pecuária

Exportações de carne bovina sobem quase 10%

0
Receita das exportações já somou quase US$ 5 bilhões em 2019 (Foto: Divulgação)

O Brasil registrou um aumento de 9,2% no volume de carne bovina exportada no ano de 2019, tendo vendido 1,23 milhão de toneladas do produto para outros países de novembro a setembro. As informações foram divulgadas pela Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (Abiec).

De acordo com a CarneTec Brasil, receita das exportações somou US$ 4,9 bilhões, aumento de 4,6% ano a ano. “Acreditamos que o ritmo das exportações está compatível com as expectativas do mercado”, disse o presidente da Abiec, Antônio Jorge Camardelli, em nota. Afetada por um surto de peste suína africana, que há um ano abala sua criação de porcos, a China elevou o volume de suas importações de carnes, buscando inclusive proteínas alternativas à carne de porcos. 

“A China, cuja demanda tem crescido diante dos casos de peste suína africana no país, comprou 253 mil toneladas de carne bovina brasileira no ano, volume 11,2% maior que o adquirido de janeiro a setembro de 2018. O Egito é outro destino importante que elevou as compras de carne bovina brasileira em 9,4% nos primeiros nove meses do ano”, completa o portal da CarneTec, que ´especializado no assunto. 

No entanto, em setembro, a Associação indicou que houve uma queda de cerca de 18,6% no volume de exportações de carne bovina do Brasil, para 145 mil toneladas, e de 12,8% na receita, chegando a US$ 609,4 milhões, na comparação anual. Desse modo, essa queda não deve ser motivo de preocupação já que o setor registrou um recorde de exportações do produto em setembro de 2018, segundo analistas do BTG Pactual em relatório divulgado assim que as informações foram disponibilizadas. 

Fonte: Agrolink

O que o agro pode esperar dos drones?

Previous article

Pesquisador da Embrapa dá dicas para quem pensa em replantar a soja

Next article

You may also like

More in Pecuária

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *